(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

As propinas no Ensino Superior, em 2020, sofrem um decréscimo de quase 20%, com os valores anuais a descerem de 871 euros par 697, anunciou o Bloco de Esquerda esta semana.

De acordo com o partido, esta descida surge na sequência das negociações com vista à aprovação da proposta de Orçamento do Estado com o Governo, estando já acordado a descida das propinas em todas as licenciaturas.



Com este novo acordo, nenhuma universidade ou politécnico poderá exigir mais do que 697 euros, sendo este o novo tecto máximo de cobrança. Mestrados e doutoramentos não estão incluídos nesta redução, com as instituições de ensino a terem autonomia para determinar os valores.

O Orçamento do Estado para 2020 já foi entretanto aprovado com os votos favoráveis do PS, votos contra do PSD, CDS, Chega e Iniciativa Liberal, e a abstenção do BE, PCP, PEV, PAN, Livre e dos três deputados do PSD/Madeira.