(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Há três universidades portuguesas na lista das 150 melhores instituições de Ensino Superior com cinquenta anos ou menos. A Universidade de Aveiro, a Universidade de Lisboa, e a Universidade Nova de Lisboa integram assim o Ranking QS Top 50 Under 50 2020, divulgado recentemente.

A instituição portuguesa mais bem classificadas foi a Universidade de Lisboa na posição 43º, sendo a primeira vez que é considerada neste ranking, provavelmente por ser considerada uma “nova” universidade no seguimento da fusão que lhe deu origem. A Universidade Nova de Lisboa é a seguinte portuguesa a aparecer na posição 61-70º, tendo descido do lugar 49º que ocupava no ano anterior. A Universidade de Aveiro, que entrou na lista no ano anterior, ocupa a posição 91-100º, tendo descido do grupo 81-90º, que ocupou na edição de 2019, não sendo especificado em que lugar estão as instituições nestes patamares.



No seguimento das descidas generalizadas das universidades portuguesas, duas deixam de constar neste ranking. A Universidade do Minho, estreante no ano passado no intervalo 101º – 150º, onde também se situava a Universidade Católica Portuguesa, deixam de ocupar qualquer posição entre as melhores 150 universidades com menos de 50 anos.

A Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, é a líder deste ranking novamente, seguida pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong e pela KAIST, o Instituto de Ciências e Tecnologias Avançadas da Coreia do Sul. O pódio é o mesmo da edição de 2019.

O QS World University Rankings – de onde é extraído o QS Top 50 under 50 – é divulgado anualmente tendo por base a análise de cerca de 3.800 universidades em todo o mundo e de vários indicadores, tais como a reputação académica, reputação dos empregadores, número de citações, rácio professor-aluno, corpo docente internacional e estudantes internacionais.

Clica aqui para ver o QS World University Rankings® 2020 completo.