Recolha com reembolso na Universidade de Aveiro juntou 2,4 toneladas de embalagens


A Universidade de Aveiro (UA) encaminhou para a reciclagem mais de 2,4 toneladas de garrafas de plástico e latas de alumínio, em cerca de um ano, no âmbito de um sistema de recolha com reembolso, anunciou esta segunda-feira aquele organismo.

Segundo uma nota da UA, o projeto-piloto REAP, de Reciclagem e Reembolso de Embalagens de Alumínio e PET, permitiu encaminhar para a reciclagem mais de 2,4 toneladas de garrafas de plástico e latas de alumínio.

“Nos vários equipamentos espalhados pelos campi da UA, em funcionamento desde abril de 2022, foram depositadas 113.290 garrafas de plástico e 24.113 embalagens de alumínio, o equivalente a um total de mais de quatro mil euros creditados em cartões UA”, refere a mesma nota.

Ainda segundo a UA, no segundo semestre do ano letivo, foram depositadas 58.022 embalagens de alumínio e PET, o que representa um aumento de 17% face ao primeiro trimestre, em que foram recolhidas 48.478.

A UA estima que as máquinas do projeto já tenham sido utilizadas por 13.557 pessoas, das quais 6.424 são estudantes.

Citada na mesma nota, a vice-reitora para as Políticas para a Cultura e Vida nos Campi, Alexandra Queirós, destacou o contributo do projeto para uma “maior sensibilização ambiental” da comunidade académica e para o papel que cada um pode ter na gestão dos recursos.

“Este é um projeto que pretende reforçar a contínua preocupação da Universidade de Aveiro no que respeita à sustentabilidade, ao fazer o aproveitamento de resíduos e incentivando à prática da reciclagem”, refere a vice-reitora.

Quem desejar depositar as suas embalagens só tem de se dirigir a uma das seis máquinas do projeto REAP, colocadas em vários pontos dos campi da UA. As embalagens de plástico apenas são aceites caso o código de barras esteja intacto.

O valor do depósito é creditado no Cartão Único da UA, o qual já está associado aos sistemas de acessos e pagamentos da instituição, podendo variar entre dois e cinco cêntimos, consoante o tamanho da embalagem.

O projeto REAP foi aprovado para financiamento pelo Programa Ambiente, do Mecanismo Financeiro plurianual (EEA Grants), estabelecido no Acordo do Espaço Económico Europeu. Para a implementação deste projeto, a UA teve como parceiro a empresa norueguesa Infinitum, com experiência na implementação do sistema de recolha com reembolso na Noruega.