Sou Finalista. E agora?

Foto de Thought Catalog / Unsplash

Parabéns! Acabaste de iniciar o teu último ano da licenciatura. Contudo, este último ano apresenta-te também grandes desafios, levando-te a ponderar sobre uma questão extremamente relevante: o que fazer depois do curso?

A verdade é que tens inúmeras opções e neste artigo apresentamos-te algumas das propostas para que tires o melhor partido do teu ano de finalista.

Estagiar

Embora muitos dos estágios – nomeadamente os curriculares – sejam não-remunerados, são igualmente benéficos para a aquisição de competências práticas. Dependendo das necessidades da entidade para qual estagiares, podes mesmo vir a ser contratado/a posteriormente, pelo que não deves subvalorizar a sua importância. Uma outra alternativa é procurares dentro da tua instituição, por entidades parceiras que aceitem alunos para realizar estágio, uma vez que o processo costuma ser mais célere e simples nesses casos.

Atualmente, para além dos estágios junto a entidades privadas, tens ainda a possibilidade de concorreres aos programas da União Europeia e aos estágios do MAAT, nos períodos de candidatura disponibilizados. Tens atualmente a decorrer até 31 de outubro as candidaturas ao programa de Estágios no Parlamento Europeu.

Mestrado: sim ou não?

Não existe uma resposta certa para esta questão pois ela depende em grande parte dos teus objetivos de vida. De modo geral, se a tua licenciatura foi bastante abrangente, é recomendado seguires para mestrado, de modo a concentrares o teu aprendizado num assunto em específico.

Podes consultar neste artigo as questões mais frequentes sobre a candidatura a mestrado.

E se optar por uma pós-graduação?

Se gostavas de continuar a estudar, mas acreditas que o mestrado ainda não está no topo das tuas prioridades, talvez queiras considerar uma pós-graduação.

São cursos de curta duração – 2 semestres – e não-conferentes de grau, mas continuam a ser uma boa aposta para aqueles que desejam especializar-se numa área e adquirir novas competências que lhes permitam progredir na carreira ou mesmo mudar para uma área diferente da atual.

Sabe mais sobre Mestrados, MBA’s e Pós-Graduações neste artigo.

Mercado de trabalho

Se planeias começar a trabalhar logo após o curso, não esperes até terminares a licenciatura para começares a procurar emprego. Os processos são, na sua generalidade, longos e mesmo para os cursos onde a empregabilidade é maior, é fundamental prepares-te com antecedência.

Conhece aqui algumas dicas úteis para redigires um CV de sucesso.

Aproveitar:

Por último, mas não menos importante: é essencial que aproveites ao máximo o teu ano de finalista. Faz networking e expande a tua rede de contactos – nunca se sabe se um deles não terá uma oportunidade de trabalho para ti; faz aquela viagem que sempre desejaste – seja sozinho/a ou com amigos; desfruta das atividades que a tua faculdade organiza – sejam as tunas, os clubes ou mesmo as cerimónias oficiais destinadas aos finalistas.

Ir de Erasmus no teu ano de finalista é igualmente válido: podes ler neste artigo os testemunhos de estudantes portugueses que decidiram realizar Erasmus e o que esta experiência internacional lhes ensinou.

Acima de tudo não te esqueças do mais importante: garantir que encerras esta etapa com o coração cheio de memórias felizes. Boa sorte, finalista!