+Superior: bolsas para estudares fora dos centros urbanos

A 2ª edição do Programa +Superior avança este ano com atribuição de até 1020 bolsas de 1500 euros anuais. Esta é uma iniciativa que tem como objetivo atrair candidatos para instituições de ensino superior fora dos grandes centros urbanos.

 

Para quem e que universidades?

Poderão ser candidatos ao programa + Superior todos os estudantes inscritos no Ensino Superior, na sequência de uma colocação na 1.ª, na 2.ª ou na 3.ª fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015, num ciclo de estudos de uma das instituições selecionadas para o + Superior. Deverão ainda ser de nacionalidade portuguesa, ou de um Estado membro da União Europeia, e com residência habitual em Portugal mas que não provenham de um concelho de uma das NUTS III referidas na seguinte tabela:

Instituição de ensino superior

NUTS III

# Bolsas

Total 1020
Universidade da Beira Interior Beiras e Serra da Estrela 78
Universidade de Évora Alentejo Central 75
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro  Douro 120
Instituto Politécnico de Beja Baixo Alentejo 75
Instituto Politécnico de Bragança Terras de Trás-os-Montes 100
Instituto Politécnico de Castelo Branco  Beira Baixa 78
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital do Instituto Politécnico de Coimbra  Região de Coimbra 10
Instituto Politécnico da Guarda Beiras e Serra da Estrela 78
Instituto Politécnico de Portalegre Alto Alentejo 75
Instituto Politécnico de Santarém Lezíria do Tejo 75
Instituto Politécnico de Tomar Médio Tejo 78
Instituto Politécnico de Viana do Castelo Alto Minho 100
Instituto Politécnico de Viseu Viseu Dão Lafões 78

 



Quando e onde?

A candidatura deverá ser apresentada até dia 5 de outubro no site da Direção Geral do Ensino Superior ( www.dges.mctes.pt ) . Os alunos serão seriados pela ordem decrescente da classificação final do ensino secundário que foi utilizada para a sua colocação no curso em que estão matriculados.

Este programa,  que surgiu no ano passado, irá atribuir mais 20 bolsas em relação ao ano passado. Os mil estudantes que obtiveram bolsa no ano passado a verão renovada no ano letivo de 2015/2016, desde que estejam matriculados e inscritos na mesma instituição ou noutra abrangida pelo regulamento, com aproveitamento escolar no ano anterior.