(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Todos os dias me questionava se iria conseguir, se iria conseguir conciliar com as aulas, se ia aguentar a nível de esforço tanto físico como mental, se mais valia estar quieta. Ser trabalhador-estudante não é fácil, e digo isto tendo já 4 anos como trabalhadora-estudante. Ao início era só aos fins-de-semana. Tudo bem eu consigo, tenho a semana toda para estudar, ganho uns trocos no fim-de-semana e tudo tranquilo assim. Mas depois, não era suficiente. Pagar propinas e residência, alimentação e transportes, fez com que arranjasse mais um trabalho durante a semana, na faculdade, no bar. Fazia-se bem, apesar de o desgaste físico ser maior, o desgaste emocional a tentar conciliar tudo ainda pior, mas fazia-se. Até porque não havia muita escolha. O dinheiro tinha que vir de algum lado.

Se é fácil gerir o tempo? Não, tem que haver muita organização. Depois de te organizares vais ter tempo livre. Vais conseguir ir tomar café com os teus amigos e ir ao ginásio, envolver-te noutros projetos e ser mais produtivo. Posso dizer que o tempo em que apenas estudava, ia às aulas e estudava depois das mesmas. Ocasionalmente estava com os meus amigos e íamos sair à noite. Depois de começar a trabalhar, decidi também ir para o ginásio, e envolver-me numa organização chamada AIESEC. Era muito mais produtiva ao ter o meu tempo preenchido com as mais variadas coisas do que preencher o meu tempo apenas com estudo. Vais continuar a ter tempo de ver séries e filmes. Se te vai custar levantar mais cedo para conseguires fazer tudo? No início sim, mas ao fim do dia sabe tão bem ter feito tanta coisa que te sintas exausto e só queiras dormir.

Se te estás a questionar se é possível conciliar, ou se vais conseguir manter o ritmo, vai depender sempre da tua força de vontade e da tua necessidade de o conseguir. Se tivesse escolha, também não iria trabalhar antes de acabar o curso. Mas infelizmente a vida não é assim tão simples. Tenta. Tenta pelo menos durante 1 mês, seja part-time ou full-time. Se não conseguires a full-time, passa para um part-time se puderes. Mas tenta porque se não tentares nunca vais saber.

O pior que pode acontecer, é teres matéria em atraso, e mesmo isso não é impossível de recuperar!

E sabem qual a melhor parte de teres sido trabalhador-estudante? É que qualquer coisa que consigas alcançar, te vai saber melhor, a vitória será mais sentida e sabes que depois de conseguires gerir o teu tempo de forma imaculada, não há nenhum trabalho pós-licenciatura que te pare. E vamos ser sinceros, até que é verdade que os empregadores gostam de ver currículos em que vejam que estudaste e trabalhaste ao mesmo tempo, porque significa que tens força de vontade e que és ambicioso.

A experiência, ninguém te tira, por isso, vai em frente.

Colabora!

Este texto faz parte de uma série de textos de opinião de alunos do ensino secundário e superior sobre a sua visão do ensino e da educação.

Gostavas de publicar um texto? Colabora connosco.