(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Ao longo dos últimos 2 meses fui-me apercebendo que as oportunidades não caem nem cairão do céu e porque é que sinto isto? Porque vi a minha liberdade ser restringida, propostas de entrevistas adiadas, encontros sociais cancelados, formações alteradas para o online (adorei de qualquer forma) mas algo que também apercebi foi: eu faço as minhas oportunidades.

De que vale apenas enviar currículos por e-mail se não me desloco à empresa para me dar a conhecer? De que vale ter uma pasta no ambiente de trabalho com várias cartas de apresentação se o meu esforço não é visto? A verdade é só uma: eu faço as minhas oportunidades.



Recentemente criei uma página de instagram profissional, pois senti que podia dar voz às minhas ideias, convicções e sugestões e fi-lo porque queria o meu portfólio online. A pandemia instalada trouxe muitas factos negativos, mas também me enriqueceu e decidi querer orgulhar-me do meu percurso não só como funcionária em alguma empresa, mas também nas redes sociais.

“TU ÉS A ESCOLHA” e és, sabes porquê? Porque todos os dias vais acordar e pensar “Não recebi nenhuma resposta”, provavelmente vais ficar triste, mas tu fazes as tuas escolhas e dares a conhecer de ti é um caminho com muito potencial.

Quero-te deixar 3 dicas, pois acredito serem imprescindíveis para o teu desenvolvimento pessoal e profissional:

  • Cria uma rotina profissional, com calendarização e aposta em ti;
  • Usufrui do melhor das redes sociais para te dares a conhecer;
  • Lê mais, vê mais séries (relacionadas com a tua área) e põe em prática.

Acredito que tudo passará mas não vai ficar tudo bem a não ser que TU SEJAS A TUA ESCOLHA todos os dias e desenvolvas os teus projetos (guardados até então numa gaveta).

Colabora!

Este texto faz parte de uma série de textos de opinião de alunos do ensino secundário e superior sobre a sua visão do ensino e da educação.

Gostavas de publicar um texto? Colabora connosco.