A Universidade de Coimbra (UC) vai lançar o projecto-piloto Ucicletas, uma iniciativa de cedência temporária de bicicletas, que neste semestre estará em experiência na Faculdade de Desporto e que no próximo ano lectivo deverá abranger toda a comunidade.

A experiência, criada pelo Gabinete de Desporto da UC, em parceria com a Faculdade de Desporto e com o núcleo de estudantes, vai arrancar neste mês com a utilização de 20 bicicletas que a universidade “tinha paradas”, disse à agência Lusa o coordenador do gabinete, Mário Santos.



Ao contrário dos sistemas de partilha, neste projecto, as bicicletas serão cedidas durante um semestre a membros da Faculdade de Desporto, com o compromisso de as utilizarem diariamente e reportarem os quilómetros realizados à organização do projecto, esclareceu Mário Santos.

Para além do reporte dos quilómetros realizados, serão feitas algumas medições nos participantes, como a massa gorda ou o batimento cardíaco, cujos dados serão depois tratados pela Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física para analisar a evolução e os efeitos positivos da utilização da bicicleta como meio de transporte quotidiano, referiu.

As candidaturas poderão ser feitas até 12 de Abril no site do projecto.

Segundo Mário Santos, esta será apenas uma pequena experiência para que depois, no próximo ano lectivo, o programa de cedência temporária de bicicletas seja alargado a toda a comunidade, com muitas mais bicicletas do que aquelas que estão agora disponíveis.

“Os estudantes estão receptivos. No caso da Faculdade de Desporto e do Pólo II, as deslocações que fazem são em percursos planos. Mas estamos também a equacionar a hipótese de ter bicicletas com apoio eléctrico para os pólos I e III”, salientou.

O projecto conta ainda com uma colaboração com a Federação de Ciclismo, sendo que será criada uma “mini-estação dentro do Estádio Universitário para fazer revisões básicas das bicicletas”. “Gostávamos que a bicicleta fosse um meio de transporte que os estudantes utilizassem”, disse Mário Santos, acrescentando que, com o alargamento da iniciativa para o próximo ano, a cedência temporária das bicicletas será não para um semestre mas para todo o ano lectivo.

Em 2018, também as universidades do Porto e da Beira Interior lançaram projectos de partilha de bicicletas convencionais e eléctricas.